A Mania Angélica no Meio Evangélico

“Quando cheguei neste culto, vi anjos nesse templo com brasas de fogo nas mãos”, disse o pregador. A congregação exaltada gritava: “Glórias a Deus, Aleluia” e outros começavam a “marchar ou dançar no espírito”. Esse culto foi, para a maioria dos que ali estavam, uma maravilhosa reunião. O grande problema é que o “pregador”, na verdade, era um bandido que chegou a se relacionar com jovens na igreja de maneira devassa e pervertida. A igreja que amou o pregador angélico, entrou em crise mediante esse fato. Lembrando que essa história é verídica!
O que faz um falso pregador, “derramar fogo em uma igreja”, sendo ele um ímpio pervertido? A questão é que esse falso profeta sabia que muitos evangélicos ficam animados diante de um culto onde os anjos são o centro. Muitos “animadores de auditório”, que não chegam a ser maus caráter com o caso citado acima, estão comprometidos com um evangelho estranho as Escrituras. São pessoas que enfatizam anjos, tirando a primazia de Cristo no culto.
Hoje, a angelomania é muito presente na comunidade evangélica. São cadeiras reservadas para anjos, são constantes visitas do arcanjo Miguel, e há recados transmitidos pelo anjos com várias revelações. Há músicas que as letras dizem seres os anjos, os agentes do Batismo no Espírito Santo e ainda aqueles que promovem a cura divina; haveria aberração maior do que essa? Seria essas práticas bíblicas? O apóstolo Paulo já alertava: “Ninguém vos domine a seu bel-prazer, com pretexto de humildade e culto dos anjos, metendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão”(Cl 2.18). O culto deve ser cristocêntrico, mas nunca angelocêntrico ou antropocêntrico. Seria o homem ou os anjos o objeto de louvor no culto cristão? Não é preciso nem responder!
O escritor aos Hebreus lembra que os anjos “são espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação”(1.14). Isso quer dizer que os anjos são criaturas que servem os salvos quando enviados por Deus, isso mediante as várias situações que o Senhor livra os seus servos. Essa é a missão dos anjos na atualidade. Os anjos não foram convocados para “derramar brasas de fogo em reunião pentecostal”, muito menos promover revelações ou batizarem alguém no Espírito Santo. Quem derrama do Seu poder na igreja é o Espírito Santo e que batiza é Jesus Cristo. As revelações são frutos do “dons da palavra do conhecimento”, que nunca contradizem ou acrescentam algo as Escrituras.
Nesse artigo, há o destaque de duas práticas presentes no meio evangélico, que tornam o culto angelocêntrico (anjos no centro) e antropocêntricos (os homens no centro).

a) invocar a presença de anjos no ambiente de culto.

É comum pessoas orarem pedindo que Deus coloque um anjo na porta da igreja, um arcanjo no púlpito e outro anjo na casa do crente. Essa prática enfatiza papéis que não são angélicos, como ser segurança pessoal de um super-pregador. Essa idéia remete a doutrina pagã de anjo-guia ou anjo-da-guarda. Quem guia o cristão é o Espírito Santo e é Deus quem guarda o crente, usando para isso anjos ou não! Invocar a presença de anjos é desnecessário e torna o culto angélico. O pastor e teólogo assembleiano Elinaldo Renovato lembra:

Não existe base bíblica para se afirmar que eles (os anjos) estão por aí, a dirigir culto e revelar “segredos” de Deus. Toda a revelação necessária e suficiente para que o homem e a Igreja saibam como relacionarem-se com Deus já nos foi transmitida através das Sagradas Escrituras

E ainda Renovato alerta:

Há igrejas evangélicas, inclusive, com o nome de Assembléia de Deus, em que se pratica um verdadeiro “culto a anjos”. Em tais ambientes, as pessoas estão mais voltadas para os anjos do que para Jesus. Há pregadores que só iniciam a pregação depois de pedir que os anjos se postem a seu lado. Isso á apostasia dos tempos pós-modernos. E há muitos cristãos que estão se afastando dos verdadeiros princípios da ortodoxia bíblica, encantados com esses movimentos

Esse desejo de ter anjos ao redor do púlpito, quando o grande pregador está ministrando, traz uma idéia de um ser acima dos demais, um “ungido do Senhor”, realçando o pregador com o centro das atenções. Um fato interessante é que os angelomaníacos se apresentam como grandes ungidos de Deus, servos “humildes” do Deus Altíssimo, quando isso não passa de falsa modéstia. O jornalista e teólogo pentecostal Silas Daniel leciona:

Ainda hoje, os angelólatras se apresentam como pessoas avivadas, espirituais, santas, humildes, mas na verdade estão, como afirmou o apóstolo, embriagados por uma compreensão carnal

Haveria sentimento mais mundano do que tirar a centralidade de Cristo, para se tornar um espetáculo vivo? Haveria carnalidade maior do que mentir nos púlpitos, dizendo que estão recebendo recados de anjos? Nada de espirituais, mas os angelomaníacos não passam de crentes carnais.

b) anjos promotores de “avivamentos”.

Ouriel de Jesus, um pastor brasileiro que pregando nossa revelações diretas do céu, diz que a sua igreja promoverá ou está promovendo o último avivamento da história. Mais modesto impossível! O seu livro, fruto de vários contatos nos céus é o Triunfo Eterno da Igreja. Esse livro é um grande divulgador da doutrina de centralidade angélica. São anjos promotores de “avivamentos”. Sua igreja, que foi excluída da CGADB(Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil) tem até corografias dirigidas por anjos. Como escreveu o pastor Waldomiro Francisco: “Como seu Consolador, é o Espírito Santo quem a vivifica (a igreja); não existe avivamento por seres angelicais, o que não passa de uma heresia”4.
Todo cuidado é pouco, diante de tantos modismos angélicos no seio da igreja evangélica, o cristão não deve correr atrás de movimentos, mas sim se solidificar na Palavra de Deus.

Referências Bibliográficas:

01- RENOVATO, Elinaldo. Colossenses. Lições Bíblicas, Rio de Janeiro, p. 52, 3. trimestre de 2004.

02-________. Perigos da Pós-Modernidade. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2007. p. 17 e 18.

03- DANIEL, Silas. A moda do culto aos anjos: conheça a gênese da angelolatria e a verdadeira função dos anjos. Resposta Fiel, Rio de Janeiro, Ano 2, n. 06, p. 25 , Dez-Jan-Fev/2003.

04- FRANCISCO, Waldomiro. A Doutrina dos Anjos e Demônios. 2 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, p. 33.

 escrito por Gutierres Siqueira, autor do blog Teologia Pentecostal

Anúncios

6 comentários em “A Mania Angélica no Meio Evangélico

  1. concordo com a maioria das informações do artigo, porém, acredito que não devemos descartar as funções que os anjos tem em parceria com os filhos de Deus, devemos pensar que eles são parte também da preparação da noiva de Cristo. O que acontece é que muitas pessoas pensam que os anjos existem exclusivamente para servir ao homem , quando na verdade eles são feitos por Deus, para servir a Deus, seguindo exclusivamente a Deus, e nada a mais. Acontece que a Noiva são os filhos de Deus, logo os anjos são ajudadores destes, claro com a direção de Deus, eles ajudam os filhos de Deus a não se desviarem do alvo( Jesus!!) , cuidando, protejendo, guiando e guardando estes.
    E eu acredito que Deus é uma pessoa que precisamos conhecer mais , para que depois tenhamos algo a dizer sobre a sua criação.
    Afinal….o noivo vem!!!!

  2. È claro que anjo não faz parte da era do Espirito, pois vemos que se eles tivessem alguma parte nesse ministério, ele tinha falado da graça de Deus para Cornélio. No entanto foi deixado para Pedro ploclamar as boas novas da salvação At. 10.1-6. vemos o apótolo Pedro em sua carta universal falar que os anjos desejam falas do evangelho mais isso é dado ao homem a qual o Espirito Santo lhe ordenar. Anjos que promove cura,avivamento e renovação isso é um absurdo, mais temos ouvido isso em determinados musicas gospel em nosso meio. A quem foi dado esse ministério? a não ser ao nosso consolador o Espirito Santo, que renova, aviva. Esse é seu papel nos regenerar para uma vida cheia da graça de Jesus. Jo.14.16,26;16.12,13. Mas claro que os anjos são espiritos ministradores e estão a disposição de Deus para determinada missão mas não as que sitamos.

  3. Sou membro da igreja Assembléia de Deus de Nova Brasilandia D`Oeste – RO, e a alguns anos atrás tinha aqui um pastor que só trazia pregadores do tipo que adoram anjos, e faziam uma bagunça no culto, e frequantemente tínhamos confusões na igreja, depois chegou um pastor mais espiritual e tirou o tipo de culto a anjos da igreja, com isso muitos dos que causavam confusão não aceitaram e saíram da igreja. Hoje a igreja tem poucos membros, mas é mais espiritual e temos paz nas reunioes a nos cultos.

  4. E Bem verdade que nos acreditamos em anjos, mais o que nos leva a certas interrogaçoes sao as aberraçoes que se fazem acerca destas Criaturas chamadas anjos,existem uma febre de anjos no Brasil,e mais e mais adeptos dos chamados Pregadores avivalistas estao tomando por exemplos os agenciadores de anjos, a alguns que nao começam a pregar sem que antes peçam anjos, e nos nossos pupitos estas pessoas tem PRESTIGIO sao Reverenciados com gordos depositos em suas contas para Envenenar a Igreja,como bom ASSEMBLEIANO que sou, vejo que na Biblia inumeras vezes os anjos estiveram presentes mais vamos pegar leve se nao nao teremos espaços para o anfitriao da festa Jesus o Adorado,

  5. Prezados,
    A Paz do Senhor,
    Sou Pastor da I.E Assembleia de Deus Min. Madureira em Guarulhos.
    Não temos o costume de cultuar anjos e sim apresentar o Senhor Jesus à todos aqueles que se encotram sem a Paz que exede todo o entendimento.

  6. O culto aos anjos está com uma cara nova, bem mascarado e muito bem adornado, cheio de mistérios e de falácias, mas continua sendo a mesma e velha heresia de sempre.
    Que todos estes pregadores e cantores que andam por aí divulgando esta doutrina sejam Anátemas. Gálatas 1-6:12.
    Não somente eles mais a todos os que creem e praticam a esta doutrina satanica, pois todos estes não entrarão no Reino de Deus.
    Pois não fazem parte do Israel de Deus.
    E pra quem ainda não sabe o significado de Israel é: Aquele que luta com Deus!

    “… Enviarei um anjo diante de ti, e lançarei fora os cananeus, e os amoreus, e os heteus, e os perizeus, e os heveus, e os jebuseus.
    a uma terra que mana leite e mel; porque Eu não subirei no meio de ti, porquanto és povo obstinado, para que te não consuma Eu no caminho.
    E, ouvindo o povo esta má notícia, entristeceram-se, e nenhum deles pôs sobre si os seus atavios.
    … Disse pois: Irá a minha presença contigo para te fazer descansar.
    Então disse-lhe: Se a tua presença não for conosco, não nos faça subir daqui.
    Como pois se saberá agora que tenho achado graça aos teus olhos, eu e o teu povo?
    Acaso não é por andares tu conosco e separados seremos, eu e o teu povo, de todo o povo que há sobre a face da terra?
    Então disse o Senhor Moisés: Farei também isto, que tens dito; porquanto achaste graça aos meus olhos, e te conheço por nome”.
    (Êxodo 33).

    “E Eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre.
    O Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.
    Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós…”.
    (São João 14-16:31).

    Maranata!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s